[Irony of Fate] Capítulo 12

Violino e violoncelo se completavam juntamente à um piano e estranhamente um DJ. A música qual tocava suavemente em um fundo melódico poderia ser identificado como um clássico, mas sem dúvidas sua batida era eletrônica. A pista de dança fora decorada com flores brancas de variadas espécies, porém as luzes coloridas quebravam toda a sobriedade que dava à primeira vista.

E assim como tudo ali, o clássico e o contemporâneo se juntavam, misturavam, e se completavam de modo elegante e descontraído, era nisso que consistia a decoração da festa de aniversário da Big Think.

Havia pouco que os convidados começaram a chegar se espalhando no extenso jardim da família Petterson, mesas com quitutes estavam espalhadas por toda extensão além de garçons sempre manterem bandejas cheias circulando pelo local. Tudo corria extremamente bem e com um clima de conforto e familiaridade, estava exatamente como Peter imaginou, além do que a equipe previra.

Perfeito! – foi o primeiro pensamento de Emi ao chegar no local. Havia passado o dia anterior vigiando de perto alguns detalhes na propriedade, e pudera apreciar grande parte da arrumação, mas detalhes finais como as flores e a música qual agora apreciava ainda eram um enigma no dia anterior.

Inconscientemente percorreu os olhos à volta em uma busca silenciosa, e quando o encontrou, sorriu internamente ao vê-lo observar o local tão despreocupado à um canto com uma taça em mãos, a camisa branca que se mantinha de modo desleixado do lado de fora da calça social preta lhe caíra como uma luva junto ao paletó aberto de mesmo tecido, os cabelos como sempre bagunçados, eram constantemente alvo da mão vazia que em atos inconscientes os bagunçavam ainda mais. Os olhos castanhos não haviam encontrado os seus ainda, mas antes mesmo que pudesse ela sentiu o peso de uma mão em sua cintura só então se lembrando do acompanhante ao seu lado.

– Algum problema? – O timbre grave de Ethan à pergunta desbloqueou uma resposta instantânea qual ela reprimiu.

Diogo… Oh! Não, está tudo bem.

Não sabia descrever o que estava sentindo nos últimos tempos, era confuso, mas lhe dava uma sensação confortável e quente. Desde a segunda de manhã que não falava com ele, os últimos preparativos tomaram o tempo de todos, além de que o estranho clima que pairava não a estimulava muito a procurá-lo, Diogo encontrava-se uma incógnita. Balançou a cabeça limpando os pensamentos e se dispersou acompanhando Ethan até à mesa de bebidas.

Mal a reconheceu quando a viu de costas, mas ao poder contemplar seu perfil não tivera dúvidas de que era ela. – Tão bela – O vestido preto e longo de alças largas era de um pano leve e esvoaçante, o corte era simples porém bem decotado, mas não de modo vulgar, em uma brincadeira que parecia mostrar mais do que deveria, as costas porém eram totalmente livres quase até a cintura, o que combinava com o clima quente da noite, a sandália de salto apareceu por alguns segundos ao vê-la caminhar, era nude. Diogo sorriu inconsciente. Desde quando prestava atenção em tantos detalhes? Os cabelos dela presos em um coque mal feito deixando algumas mechas emoldurarem o rosto junto à franja deixavam o pescoço livre. – Perfeito para depositar beijos… – Simplesmente não conseguia não prestar atenção.

Ia pedir licença ao grupo qual havia acabado de se juntar em uma conversa qual não prestava o mínimo de atenção, mas ao vê-la sorrindo olhando para o lado, acompanhou o olhar e qual não foi sua surpresa ao ver Ethan ali.

Até aqui? – Ele se irritou, mas sua mente simplesmente resolveu não aceitar, continuou a observá-los de longe, e quando percebeu Emi se afastar do acompanhante para o lado mais afastado da propriedade, onde havia uma porta que ligava direto ao corredor onde se encontrava os toaletes no andar do térreo, ele sorriu pedindo licença ao grupo à sua frente e a seguiu.

Ela estava a poucos passos de alcançar o corredor quando sentiu seu braço ser puxado bruscamente para o lado da casa, onde apenas a iluminação da lua batia, sua boca foi tampada e pôde observar duas mulheres passarem adentrando o corredor. Pensou em gritar e se debater.

Ou morder… – Ponderou. Mas sossegou ao ouvir a conhecida voz sussurrar um “Acalme-se”, Emi não perdeu tempo estapeando-o no segundo seguinte.

– Diogo Mitchell, o que raios você tem na cabeça? Está maluco?

– Shiii… – Ele tentava fazê-la calar-se, coisa qual parecia impossível. Ouviu um pisar de sapatos na grama e ao ver um casal se aproximando a puxou em um rompante. – Quieta.

Ela olhou-o questionadora, pouco se dava para ver, estavam em uma espécie de corredor feito por árvores de porte mediano e a parede lateral da propriedade. Diogo sorriu de leve e apontou para o lado onde ela pôde perceber o contorno do casal aos beijos, mal acreditou ao perceber que era Meg, a secretária irritadiça, e Max, o estagiário.

– Com certeza incomum – Ela falou baixo voltando seu olhar para Diogo à sua frente, mas sentiu-se estranhamente tímida ao percebê-lo a fitando intensamente – Acho…

– O quê? – Ele perguntou mais perto do que deveria, Emi suspirou de leve.

Está calor ou é imprensão minha? É melhor sairmos daqui.

Diogo não lhe deu ouvidos e se aproximou mais deixando as respirações se mesclarem, delineou a face dela suavemente com a mão direita enquanto a outra pousou em sua cintura. Ela pensou em falar algo, algo que o afastasse ou aproximasse o de vez, mas quaisquer palavras na qual pensasse se tornaram enevoadas ao tempo em que ele lhe tomou os lábios.

separador21

guia

anterior

próximo

Anúncios

3 pensamentos sobre “[Irony of Fate] Capítulo 12

  1. Pingback: [Irony of Fate] Guia | Café Meio Amargo

  2. Pingback: [Irony of Fate] Capítulo 11 | Café Meio Amargo

  3. Pingback: [Irony of Fate] Capítulo 13 | Café Meio Amargo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s